facebook icon   instagram icon   linkedin icon

 


cadeado3 Área do associado - Cadastro

Associado - LOGIN

Terminal de cargas da GRU Airport recebe certificação CEIV Pharma

Terminal de cargas da GRU Airport recebe certificação CEIV Pharma

Na última sexta-feira (22), o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos recebeu a certificação Centre of Excellence for Independent Validators (CEIV Pharma) da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

O reconhecimento valoriza os níveis de segurança, eficiência de equipamento e instalações relacionados a itens do setor farmacêutico. “São mais de R$ 45 milhões investidos, desde 2012, quando iniciamos a operação do TECA”, pontua Mônica Lamas, diretora Comercial e de Cargas da concessionária.

No primeiro semestre deste ano, 42% de todo volume de importação e exportação foi processado no complexo logístico do Aeroporto Internacional de São Paulo. Deste volume, 45% corresponde a carga farmacêutica, 64% do segmento automotivo e 61% do têxtil.

“O transporte aéreo de produtos da indústria farmacêutica precisa trabalhar com métodos logísticos complexos para manter a integridade dessas cargas que são sensíveis ao tempo e variação de temperatura”, explica Dany Oliveira, diretor geral da IATA no Brasil.

Gerenciamento eficaz – O executivo comenta ainda que as perdas anuais de produtos sensíveis à temperatura durante o transporte podem chegar a mais de US$12 bilhões devido à quebra dessa cadeia. Em sete anos de contrato, o Terminal de Cargas avançou em diferentes segmentos do transporte aéreo e, atualmente, é o principal do país em tonelagem, seguido de Viracopos (Campinas), Galeão (Rio de Janeiro) e Confins (Belo Horizonte).

O programa CEIV Pharma, abrange todos os aspectos do transporte de cargas com controle de temperatura e sensível ao tempo incluindo o gerenciamento eficaz da cadeia fria e mitigação de riscos.

“O CEIV Pharma é uma certificação global que padroniza, treina e realiza avaliações para garantir o conhecimento necessário aos profissionais do segmento e que o transporte de produtos farmacêuticos da cadeia fria esteja em conformidade com as melhores práticas mundiais”, afirma Oliveira. Segundo ele, o certificado atesta que os terminais logísticos apresentam qualidade e confiabilidade nos serviços prestados à indústria farmacêutica.

Para Mônica, da GRU Airport, a expectativa é que o selo internacional influencie positivamente toda a cadeia da indústria nacional de farmacêuticos. “O transporte de cadeia fria com padrão internacional é essencial para preservar a propriedade da carga de medicamentos de diferentes categorias e, como consequência, influencia os custos logísticos e operacionais de armazenagem e transporte terrestre, que chegam a ser embutidos no valor final repassado ao consumidor”, explica.

Atualmente, o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo atende a Abbott, Bayer, CEVA, DB Schenker, DHL, DSV, Expeditors Panalpina, Janssen, Kuehne +Nagel, Medley e Pfizer. Principais as principais distribuidoras e indústrias de medicamentos do Brasil e do mundo.

Editora Conteúdo/Marciel Oliveira


Image

telefone rodape(11) 2385-5860

endereco rodapeRua Verbo Divino, 2001 | Torre B
Sala 607 | Chácara Santo Antônio
São Paulo

telefone rodapeComunicação:
Aline Siqueira - Assessoria
aline@abradimex.com.br

Image